NO MUNDO SEM PERTENCER AO MUNDO

“Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se” (Dn 1.8).

A Bíblia relata a vida de muitos homens que conseguiram viver neste mundo de forma vitoriosa. Homens e mulheres que viveram neste mundo, mas por viverem com o pensamento totalmente voltado para Deus, foram considerados de outro mundo, ou “homens dos quais o mundo não foi digno” (Hb 11.38). Daniel e seus amigos fizeram parte deste seleto grupo. Eles provaram que é possível estar com Deus num mundo sem Deus. Pois, mesmo estando cativos e recebendo ordens, eles sabiam que havia um Deus no Céu. Conhecedores e praticantes da palavra de Deus, mesmo tendo seus nomes mudados, eles continuaram sendo o que Deus disse que eram e não o que mundo queria que fossem. Eles sabiam que estar com Deus era melhor que todas as oportunidades e riquezas que o mundo poderia oferecer. Assim, mesmo longe de casa e da nação eles estavam perto de Deus. Na história destes homens vemos o Soberano cuidado de Deus num mundo de privação. Aqui literalmente Daniel viu realizar na sua vida o significado do seu nome: "Deus é meu juiz". Pois, é Deus quem controla de modo soberano o destino das nações e quem estabelece e destitui reinos. Ele é fiel e o seu plano é eterno. Daniel e seus amigos mostraram que mesmo em tempos de lutas e provações é possível permanecer fiel a Deus e às suas Leis. Aprendamos com esses homens, pois seus testemunhos revelam a necessidade de uma vida íntegra e fiel diante do Senhor, e somente assim alcançaremos vitórias contra os inimigos de Deus e de nossa alma.

Pr. Saulo César da Silva

Comments are closed.